Como Melhorar a Sua Autoestima

Blog Autoestima
Compartilhe esse post:

Autoestima é a qualidade de quem se valoriza, está satisfeito com seu modo de ser, com sua forma de pensar ou com sua aparência física, expressando confiança em suas ações e opiniões. Ou seja, confiamos em nós mesmos e reconhecemos nosso valor. AutoESTIMA, é você se estimar.

De forma resumida, é a opinião que você tem sobre você. Se essa opinião é positiva e você se considera uma pessoa capaz e forte, com muito amor-próprio, pode-se dizer que você tem uma boa autoestima. Por outro lado, se essa opinião é negativa e você precisa da validação do outro para sentir que tem valor, se preocupa com a opinião dos outros, não gosta de sua aparência, pode-se dizer que você tem baixa autoestima.

O nível ser alto ou baixo não influencia só nos pensamentos que você tem sobre si mesmo, mas também no seu bem-estar, na sua autoconfiança e na sua segurança nos relacionamentos.

A nossa autoestima começa a ser desenvolvida na infância, conforme recebemos elogios e somos reconhecidos por nossos pais a cada conquista que alcançamos. O fato de sermos aceitos e queridos contribui para a elevação da autoestima.

Nós sabemos que o reconhecimento dos pais é de fundamental importância para o desenvolvimento da autoestima dos filhos, mas e se os pais não conseguiram propiciar essa condição de favorecimento, não será possível ter uma boa autoestima ao longo da vida?

Lembra que os Pais deram o que receberam, e devemos aceitar tudo como foi e tudo como é, honrando–os e agradecendo a vida que recebemos. Neste caso temos que buscar nosso autoconhecimento, e terapias que possam nos ajudar a ressignificar o passado. Ex:. Constelação familiar, liberar ressentimentos, rancor, mágoa do passado (Thetahealing), psicoterapias etc. Isto tudo nos ajuda a melhorar a nossa autoestima.

A baixa autoestima pode ocorrer quando nos sentimos rejeitados, desvalorizados ou não gostamos de nós mesmos, ou nos sentimos separados de DEUS.

A baixa autoestima afeta todas as áreas da nossa vida: trabalho, família, escola, amigos, relacionamento afetivos etc.

Alguns pensamentos muito naturais são:

  • Medos com relação ao futuro: “E se meu plano der errado? E se eu não conseguir chegar a tempo? E se eu nunca for capaz de fazer um bom trabalho?”;
  • Memórias dolorosas do passado e sentimento de culpa: “Eu não deveria ter dito aquilo para meu amigo!” “Como eu fui idiota de agir daquele jeito anos atrás.” “Tudo deu errado porque ano passado eu fiz X e Y!”
    Aqui é importante fazermos uma limpeza de crenças limitantes, e liberar memórias negativas que não nos servem mais.

E então, como lidar com a fase de baixa autoestima?

  1. Se aceitar e aceitar que tem um problema e que precisa ser resolvido.
  2. Entender que todos nós, somos imperfeitos, formados de defeitos e qualidades, o que torna cada ser humano único.
  3. Aceitar aquilo que é nosso e que não pode ser mudado.
  4. Observar como vem tratando a si mesmo, sobretudo o que pensa sobre si e o que compara diante das outras pessoas.
  5. Pare de se criticar e exigir demais de si mesmo.
  6. Cuidado para não aceitarem e permanecerem em relacionamento abusivos e destrutivos para não lidar com a rejeição por não acreditarem que encontrarão pessoa melhor.
  7. Busque autoconhecimento, conheça a si mesmo. Você precisa saber do que gosta e do que não gosta, seus pontos fracos e pontos fortes, suas conquistas e derrotas, as crenças que vc carrega. Autoconhecimento gera autoestima
  8. Aprenda a pensar e agir de forma positiva.
  9. Busque ajuda de um terapeuta que possa te apoiar nesta fase de baixa autoestima.
  10. Você sente que é uma pessoa incapaz? Já sentiu que ninguém gosta de você, que você não é merecedor de grandes conquistas ou então que tudo que você tenta fazer dar errado? Reflita sobre estas questões e busque ajuda para trabalhar estas crenças limitantes.

Quais são as consequências da baixa autoestima?

Isolamento, a crença de que você é uma pessoa incapaz faz com que você vá, pouco a pouco, deixando de fazer as coisas que gosta.

Quanto mais você desiste, menos empolgante a sua vida fica. O que sobra, então, é o sofrimento do dia a dia. Consequentemente sua vida vai se tornando com menos brilho e mais sem graça.

A baixa autoestima pode prejudicar a sua vida e fazer com que você não perceba o seu verdadeiro potencial.

Como podemos elevar a nossa autoestima:

  1. Nos amando e nos aceitando de forma incondicional.
  2. Nos valorizando e nos parabenizando nos pequenos progressos que fizermos, como tipo uma caminhada, um corte novo de cabelos, ir para academia, fazer uma meditação que seja por 5 minutos, se conectar com DEUS, se sentir parte de DEUS, etc.
  3. Cancelar nossas crenças limitantes e quando vier uma crença negativa imediatamente diga cancela e substitua por uma crença positiva /, fortalecedora. Crie o hábito de fazer isto.
  4. Conhecer o seu valor, não permitir que sua autoestima dependa do olhar alheio.
  5. Buscar através do autoconhecimento sua melhor versão. Autoconhecimento gera auto responsabilidade que gera autoestima. Aprenda a tomar as rédeas de sua vida.
  6. Faça atividades que te dê prazer, como academia, algum curso novo, meditação, yoga, respire mais vezes de forma lenta, ouça músicas clássicas de alta vibração, cuide de seu corpo e de sua alimentação, tudo isto ajuda a elevar sua vibração. O exercício físico aumenta a serotonina no organismo, que causa a sensação de bem-estar, melhora a insegurança, a ansiedade, a depressão.
  7. Seja impecável com sua palavra, ou seja não use a palavra contra você. Nunca diga “eu sou um fracasso” se uma tarefa realizada não saiu perfeita, lembre-se que sempre podemos ter outra chance de fazer melhor. Não cobre tanto de si mesmo.
  8. Viva o agora, o momento presente, deixe o passado no passado como aprendizado, pois o futuro é consequência de viver um presente decente.
  9. Celebre com a família, os amigos, terapeutas pequenas realizações positivas: nosso próprio sucesso ajuda a melhorar a autoconfiança e a elevar a autoestima.
  10. Pare de se comparar com os outros, cada um de nós é um SER ÚNICO. Olhe para dentro de vc, e veja o SER MARAVILHOSO que vc é.
  11. Afaste das pessoas que sempre coloca você para baixo: melhor ficar ao lado de pessoas que mereçam o nosso amor e a nossa amizade.
  12. Estimule o pensamento positivo. Aprenda a disciplinar e dominar a mente, e vc ganhará o mundo, transformando o impossível em possível.
  13. Reconheçamos nossos acertos e nosso potencial: Além disso, reconheçamos nossas principais qualidades e coloquemos as em prática.
  14. Pare de se julgar, lembre-se sempre de dar o melhor de si.
  15. Busque ajuda de um terapeuta que possa te apoiar nesta fase de baixa autoestima.
    Quando temos uma boa autoestima, com certeza teremos mais consciência da nossa essência, e isto amplia o nosso autoconhecimento e faz com que nos sintamos mais independentes, amados pelos outros e por nós mesmos.
    Á medida que trabalhamos nossas crenças limitantes e nos amamos de forma incondicional, vamos nos sentindo cada vez mais amados, valorizados e reconhecidos pelos demais, e assim vamos elevando cada dia mais nossa autoestima. Nossa essência é divina, somos herdeiros de DEUS.
    E quem se sente filho de DEUS, tem mais facilidade de ter uma boa autoestima
    O melhor segredo para aumentar a autoestima é aumentar a quantidade de atitudes positivas na sua vida, trabalhar suas crenças, trabalhar sua fé em algo maior, se sentir parte de DEUS.

“Você não precisa competir nem se comparar com alguém. Só precisa ser QUEM VOCÊ É, SER AMOR. O verdadeiro amor aquele com o qual vc nasceu. O verdadeiro amor é o que você é. Você nasceu com tudo que precisa para dar certo.”
Livro o quinto compromisso – Don Miguel Ruiz e Don José Ruiz

Sandra Souza

Sandra Souza

Mentora Integrativa e Instrutora de ThetaHealing

Continue lendo

Perdão

Perdão é Algo que Fazemos por Nós Mesmos

O que é o perdão?Perdão segundo o dicionário é remissão da pena ou ofensa; desculpa.Perdoar segundo o evangelho espírita é um ato simples, puro e